Foz do Iguaçu – Novo repetidor DMR – Master-Sul/IPSC2

Entrou no ar hoje a PY5OM na frequência 147.390 mhz – conectado ao servidor Ipsc2 Brasil – Repetidor mototrbo DGR 6175 – proporcionando cobertura em Foz do Iguaçú, parte do Paraguai e Argentina. TG 724 slot1 Nacional estatico e TG72441 slot2 estatico.

Parabéns à todos os envolvidos!!

73

Rodada 724 – 6a. edição – 06/07/2020

No dia 06/07/2020 foi promovida nas redes DMR+ IPSC2 Brasil e Master-Sul a 6ª edição da “Rodada 724”.

Gostaria de agradecer aos 23 colegas de diferentes partes do Brasil que participaram dessa edição de nossa rodada radioamadorística de integração semanal.

As próximas edições dessa rodada ocorrerão às segundas-feiras no horário das 18:30 (horário de Brasília) no TG 724 (slot 1) – Nacional das redes DMR+ IPSC2 Brasil e Master-Sul.

Estão todos estão convidados a participar!

Participantes da 6ª edição da “Rodada 724”:

  • PU5XFB BARBIERO
  • PY1EU EUDÓXIO
  • PY4BK RICARDO
  • PU1WES WESLEY
  • PU2OFP NELSON
  • PY1HS JAIR
  • PY5SG GARCIA
  • PU1NDC NILO
  • PY1MSA MIKE
  • PU5SMS SAEZ
  • PY4KD J.CARLOS
  • PY5JJA JOÃO
  • PU5WTG WALMIR
  • PY1BPT VITOR
  • PY4YAB ADNILSON
  • PU1OWL RAFAEL
  • PY1EPC SÉRGIO
  • PU1JVP VALMIR
  • PU7SAL ANDERSON
  • PU1LOY LUIZ
  • PU1TRD MÁRCIO
  • PU4PSI BARROSO
  • PU1KJA FRANCISCO JARDIM

Em caso de dúvidas, favor enviar um e-mail para suporte@amrase.org.br

73, de PU1KJA – Francisco Jardim.

Florianópolis – PP5DMR no ar!

Acaba de entrar no ar a PP5DMR 439.300 de São José na grande Florianópolis SC inteligadas na Máster Sul/IPCS2 Brasil, agora estamos com cobertura nas 3 capitais do Sul.
73!
Py5 JP

Conceitos de SLOT e TG no DMR.

(palestra de 22/06/2020, na “Rodada 724”)

Em primeiro lugar, para contextualizar, os conceitos que aqui vou passar objetivam principalmente aos iniciantes no DMR, portanto, vou tentar ser o mais simples possível e evitar utilizar dados mais técnicos.

De cara, vamos fazer uma comparação simples entre as repetidoras digitais e as analógicas. Uma vez que todos já conhecem bem como funcionam repetidoras analógicas, podemos comparar ambas da seguinte forma:

A “porta de entrada” numa repetidora digital, tal como na analógica é a frequência (tanto de TX quanto de RX) e, assim, como podemos imaginar que a “chave” dessa porta de entrada, na repetidora analógica seria o “subtom”, nas repetidoras digitais, igualmente podemos imaginar como sendo o “color code” ou “code color”.
Embora o “color code” ou code color” possa ser 0, 1, 2, 3, …etc, na nossa rede praticamente todos os repetidores utilizam o “color code” = 1, mas nada impede, tecnicamente falando, de uma repetidora digital configurar o seu “color code” com outro número (2, 3, …).
Então, se você pretende acessar uma repetidora digital, de cara você precisará configurar o seu rádio DMR com as frequências de TX/RX da repetidora e mais o “code color” = 1.

Pronto! Feito isto, você estará apto a acessar a repetidora, porém ainda não está pronto para “falar” e “ser ouvido”.

Para isto, você vai precisar de mais 2 conceitos: o SLOT e o TG.
Considere, numa comparação grosseira, que a repetidora que você está acessando é uma grande instalação que tem, logo na entrada, 2 corredores que levam à inúmeras salas, cada um.
A estes “corredores”, no DMR, nós chamamos de SLOT (ou “Time-slot” ou só “TS”), daí termos o SLOT 1 e o SLOT 2.

Estes “corredores”, SLOTs, são o que tornam o DMR único.

Quando você e/ou outra pessoa transmitem, os seus sinais de transmissão são divididos em pacotes digitais de 30mS e o transmissor liga e desliga rapidamente. Isso permite que dois sinais compartilhem o mesmo canal ao mesmo tempo, desde que em slots diferentes. Um no Time Slot 1 e
um no Time Slot 2., ou seja, como temos 2 “corredores” , SLOTs, é possível que uma pessoa transmita pelo SLOT 1, ao “mesmo tempo” em que outra pessoa transmite pelo SLOT 2.

Uma vantagem enorme , se comparado com uma transmissão analógica!

Mas, como eu disse aí acima, os SLOTs seriam os “corredores” por onde fluem as transmissões, mas que chegam a um determinado local, as tais “salas” que falei acima. E essas salas chamamos de TGs (“TalkGroup”).

É nesses TGs – salas – (“TalkGroup”) que as conversam se desenrolam. Assim, para que você tenha uma “conversa” no mundo DMR, recapitulando, você precisa da frequência e do “color code” para acessar à repetidora e, em seguida, você precisa saber em qual “corredor” (SLOT) transmitir para
chegar à “sala” (TG) onde a conversa esteja se desenrolando.

Por convenção, aqui no Brasil, a rede DMR usa o SLOT 1 para chegar ao TG 724, e o SLOT 2 para chegar aos demais TGs nacionais, ou seja, é preciso pegar o “corredor” (SLOT) 1 para falar/ouvir na “sala” (TG) 724 e é preciso pegar o “corredor” (SLOT) 2 para falar/ouvir nas demais “salas” (Tgs) nacionais.

Alguns outros TGs específicos, bem como, também do exterior, também por convenção, são configurados pelos administradores em SLOTs específicos, tais como o TG 199, o TG915 no SLOT 1; o TG 725 no SLOT 2, etc .

Então, é preciso conhecer a tabela de TGs e seus respectivos SLOTs, o que pode ser visto no link oficial da rede DMR+IPSC2 ( https://dmr-brasil.org/2020/05/03/ipsc2-dmr-relacao-talkgroups/ ), para programar o seu rádio digital DMR, na rede DMR+IPSC2.

Bom, por enquanto é isto. Espero ter conseguido passar, de forma simples, para não confundir àqueles que iniciam no DMR, estes conceitos básicos, mas que são fundamentais no mundo DMR.

Forte 73!
PU1KJA – Francisco Jardim.

( Em caso de dúvidas, favor enviar um e-mail para suporte@amrase.org.br )

Rodada 724 – 4ª edição – 22/06/2020

No dia 22/06/2020 foi promovida nas redes DMR+ IPSC2 Brasil e Master-Sul a 4ª edição da “Rodada 724”.

Gostaria de agradecer aos 30 colegas de diferentes partes do Brasil que participaram dessa edição de nossa rodada radioamadorística de integração semanal.

As próximas edições dessa rodada ocorrerão às segundas-feiras no horário das 18:30 (horário de Brasília) no TG 724 (slot 1) – Nacional das redes DMR+ IPSC2 Brasil e Master-Sul.

Estão todos estão convidados a participar!

Participantes da 4ª edição da “Rodada 724”:

NomeIndicativo (DMR-Id)
Hilton PU1OBM (7241150)
ValmirPU1JVP (7241779)
FranciscoPU1KJA (7240203)
Luiz SergioPU1LOY (7241002)
RafaelPU1OWL (7241708)
MarcioPU1TRD (7241056)
JorginhoPU1WHZ (7241038)
GuilhermePU4EVP (7240364)
BarrosoPU4PSI (7241470)
FábioPU5FAM (7243034)
LucasPU5MFM (7240871)
AltairPU5PBC (7245019)
AlmirPU7TMR (7240911)
Vitor VidalPY1BPT (7242214)
Vitor DiasPY1DXY (7241807)
SergioPY1EPC (7240173)
EudóxioPY1EU (7241003)
JairPY1HS (7241609)
SalesPY1IBM (7240005)
João SergioPY1IP (7240031)
MikePY1MSA (7241977)
AndréPY3NY (7243003)
PereiraPY4CEP (7244023)
Zé CarlosPY4KD (7244016)
AdnilsonPY4YAB (7244088)
FernandoPY5DF (7245033)
João JuberyPY5JJA (7245053)
João PauloPY5JP (7245029)
OlmiroPY5ON (7242059)
Luiz GarciaPY5SG (7240595)

Em caso de dúvidas, favor enviar um e-mail para suporte@amrase.org.br
73 de João Sergio, PY1IP

Ponta Grossa PR – Novo repetidor DMR

Hoje entrou no ar a mais uma repetidora dna Rede Master Sul/IPSC2, a PY5PG 146.930Mhz na cidade Ponta Grossa PR, com altitude de 940 metros sob nível do mar.
Com cobertura na cidade e região dos Campos Gerais.

Parabéns a equipe e todos os envolvidos!!

O que é a rede DMR+ IPSC2 e como funciona

O sistema IPSC2 foi desenvolvido por radioamadores e oferece, através de seus servidores IPSC2 e dos servidores bMaster+, uma rede DMR independente em todo o mundo, com inúmeros recursos.

Todos os tipos de repetidores e hotspots (usando o protocolo Motorola, Hytera ou MMDVM) podem se conectar diretamente aos servidores IPSC2 e usufruir do suporte e das funcionalidades da rede IPSC2.

Os repetidores conectados diretamente ao servidor IPSC2 (Motorola, Hytera, e MMDVM) podem ser configurados para utilizarem grupos de conversação (TG) dinâmicos e estáticos, refletores e outros recursos através de um painel de controle exclusivo destinado ao uso dos sysops.

Os sysops de repetidores baseados em MMDVM e os usuários de hotspots pessoais também podem definir essas configurações diretamente em seus softwares, usando os parâmetros “Options=”, específicos do MMDVM. Exemplos desses são MMDVMHost, PiStar, DV4mini, OpenSpot, etc.

Todos os grupos de conversação (TG) não definidos estaticamente podem ser ativados dinamicamente pelos usuários a qualquer momento através de um simples aperto no PTT. Podem ser ativados simultaneamente para cada intervalo de tempo (time slot) até 10 grupos de conversação. Caso os grupos de conversação dinâmicos (TG) não sejam utilizados, os mesmos serão automaticamente desativados após 15 minutos.

Independência, flexibilidade, estabilidade e estruturas claramente reconhecíveis para o usuário fazem parte das palavras-chave que moldam a comunidade global da rede IPSC2.

Painéis estruturados e intuitivos (dashboards) informam os usuários sobre quais clientes estão conectados (repetidores / hotspots) e ao mesmo tempo exibem, em tempo real, a atividade nos grupos conversação (TGs): http://dmr.amrase.org.br/ipsc

O coração do servidor IPSC2 é uma “matriz” intuitiva que permite configurações de grupos de conversação (TG) individuais com base em demandas regionais em cada intervalo de tempo (time slot). A matriz também permite que o sysop, além dos grupos de conversação (TG) globais, crie grupos de conversação locais adicionais se necessário, que estarão disponíveis apenas no respectivo servidor IPSC2.

O servidor IPSC2 atinge sua força através do inovador roteamento bMaster+ (ex.:http://bmaster.xreflector.es/), que representa a conexão com a rede global IPSC2.

Além de grupos de conversação (TG), separados por intervalo de tempo (time slots) e refletores, também são trocados dados de roaming, chamadas particulares e mensagens de texto. O roteamento bMaster+ é baseado na autoaprendizagem e na economia de recursos, garantindo um nível muito alto de confiabilidade e estabilidade, oferecendo redundâncias e opções adicionais para desenvolvimento futuro.

As interfaces do servidor IPSC2 permitem que repetidores e hotspots conectados diretamente transmitam beacons GPS e mensagens para aprs.fi ou DAPNET em tempo real.

O servidor IPSC2, por ser desenvolvido por radioamadores, também suporta conexões opcionais com outros sistemas DV como D-Star (servidor XLX) e C4FM (servidor YCS). Os diferentes protocolos Interlink (XLX, YCS, CC-CC…) permitem conexões fixas a salas individuais dos sistemas DV correspondentes, se necessário. Com a ajuda da matriz do servidor, cada conexão de link pode ser atribuída a um grupo de conversação (TG) separado que ficará disponível para cada repetidor ou hotspot.

Os desenvolvedores do Brandmeister e do IPSC2 discutiram a cooperação de cooperação técnica no Hamradio 2018 no estande da DMR+. O resultado foi o protocolo OpenBridge, que é rápido e aberto e permite a troca de grupos de conversação (TG), chamadas privadas (PC) e mensagens de texto (SMS) entre o IPSC2 e a Brandmeister. O OpenBridge foi colocado em operação nos sistemas IPSC2 e Brandmeister na Áustria, Alemanha, Espanha, Itália e outros países. Com base em acordos e padrões conjuntos, agora as duas redes podem oferecer aos usuários comunicação aberta e entre redes com a ajuda de grupos de conversação comuns.

No Brasil temos uma rede multiprotocolo denominada Brazil-Link unindo vários sistemas, sendo eles: DMR+ IPSC2, BrandMeister, TGIF, YSF, FCS, D-Star e Peanut.

A rede IPSC2, formada pelos servidores IPSC2 e pelos servidores principais bMaster+, oferece, graças às ideias e contribuições da comunidade global, inúmeras funções e suporte para os repetidores e hotspots conectados diretamente. Os protocolos de interligação permitem opções de conexão opcionais para salas específicas em outros sistemas de DV usados ​​por radioamadores.

Em caso de dúvidas, favor enviar um e-mail para suporte@amrase.org.br
73 de João Sergio, PY1IP

Traduzido a adaptado de: https://radio.xreflector.es/que-es-el-servidor-ipsc2-y-como-funciona/

Brasil-Link – Onde todos se encontram!

Buscando a democracia e a inclusão nas comunicações digitais radioamadorísticas, disponibilizamos para todos os radioamadores a maior rede digital multiprotocolo do Brasil, a Brasil-Link.

Através dela é possível trocar QSOs de maneira democrática entre as redes DMR (DMR+, Brandmeister e TGIF), D-Star (XRF e DCS), C4FM (YSF e FCS), Peanut e também pelo Echolink.

Brazil-Link – Onde todos se encontram!

C4FM:
YSF08059
FCS004 – 72
D-Star:
XRF766D
DCS017D
DMR:
TG 725 (time slot 2) – DMR+ IPSC2 Brasil
TG 268945 – Brandmeister
TG 7247 – TGIF
Echolink:
VE2ZFP-R
Peanut:
XRF766D  

Em caso de dúvidas, favor enviar um e-mail para suporte@amrase.org.br
73 de João Sergio, PY1IP

Pular para a barra de ferramentas